sábado, 8 de junho de 2013

Mais do que da carne é do coração


Esse post é muito especial. Depois de tantos meses, tanta preocupação e angústia, é maravilhoso poder vê-lo e ter a certeza de que está bem, feliz! 

Conversando com uma amiga mais do que especial, minha querida dindinha Angélica Santana, uma pessoa repleta de luz e sabedoria, tive a certeza do sentimento materno.

Quem me conhece sabe o quanto fico triste com as notícias do dia a dia que divulgam fatalidades e descasos de mães para com filhos que não tem a menor chance de se defender, assim como filhos que tiram a vida de seus pais. Mas Deus é maravilhoso e nos dá as oportunidades perfeitas para sermos felizes. Por isso agradeço sempre e muito à Ele pelas oportunidades que me concede.

Existem momentos que só uma mãe compreende. Mãe é estar junto, lutar pelos sonhos, acalmar o pranto, rir junto, ..., estar nos momentos felizes e principalmente nos mais tristes. Sou mãe do coração assumida e reconhecida, tenho orgulho disso!

Cada vez mais orgulhosa do filho que Deus colocou em meu caminho, pois poucas pessoas tem a oportunidade de escolher um filho e eu sou abençoada por isso. Abençoada por Deus ter me dado uma família maravilhosa, com pais amorosos e uma irmã que muitas vezes cuidava de mim como mamãe (quem pode dizer? Uma irmã que me desejou, que merece todo meu amor), uma família que me passou valores para que na idade certa eu pudesse ter base para dar continuidade nesse laço eterno, mais forte do que o sangue, pois a verdadeira família tem laços de alma, de coração.

E hoje, em um dos dias mais difíceis posso dizer: MUITO OBRIGADA MEU DEUS! Tenho uma família maravilhosa. um marido incrível e um filho que escolho adotar com todo amor que há dentro de mim... Hoje disse para minha dindinha que sou capaz de dar minha vida por esse filho, cada lágrima que vejo em seu rosto é uma parte do meu coração que fica machucado... e ela simplesmente me disse "coisas de mãe"... e é verdade, coisa de mãe é esquecer a própria dor e pegar o filho no colo, acalmar seu pranto e orar ao Pai para que aquela dor seja transformada em lembranças de uma boa saudade.... AMO MINHA FAMÍLIA!

E como não amar uma pessoa que longe lembra de você, se preocupa e te enche de mimos e carinho... acho que talvez amar assim seja fácil, mas não me importo... eu amo esse meu filho GUILHERME FERNANDES.

Nenhum comentário:

Postar um comentário