quinta-feira, 23 de agosto de 2012

Um novo dia...


Interessante como tudo muda. Agora por que? Pensamentos, comportamento, vida... Onde está o otimismo?

Perguntas, perguntas, perguntas. Mas onde estão as respostas?

O corpo humano é considerado uma máquina perfeita. E como uma máquina, se não houver uma devida manutenção.... "quebra"!

Qual o sentido da vida? O real sentido! Será que devo olhar como a música: "A vida é bonita, é bonita!"

Onde está a beleza da vida? Fazer tudo como a sociedade espera? Ser boa filha, esposa, funcionária, dona de casa, mãe (não sei?!)... acordar, ver, falar, tocar, andar?????

Ficar sentada no sofá, assistindo o quê na televisão? Já não sei...ou nunca soube.

Era uma delícia sentar na varanda e espalhar papéis com minhas pinturas com tinta guache. Brincar de fazer comidinha, e sentar à frente da minha máquina de datilografar Olivetti (que já doei)... escrever, desenhar, pintar, amava tudo isso. De repente, contabilidade, números, escritório....

Voltas e mais voltas, cabeça, escolhas, decisões. Como entender? Ainda estou à procura da solução, se é que ela existe.

Nenhum comentário:

Postar um comentário