sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

06/12/10 - Munique II


Desta vez, acordamos cedo.
Pegamos o onibus da linha 50, rumo a Abstrabe(Casa da Silvana)
ela nos apresentou sua amiga Marianne, que era de Colonia.
Almoçamos Linguiça, chucrute, batatas cozidas, mostarda escura com suco de laranja.
Ao final da refeição, bebemos um licor italiano acompanhado de chocolate Mon Cherry(Ferrero)




Nos dirigimos para Marienplatz, na central de informação turistica.
No meio do caminho, compramos tickets para circular até o setor 4 da cidade e Dachau.
Marianne se despediu.


Conhecemos o Virtualimarket, uma feira com bastante variedades de alimentos.
Nos chamou a atenção os açougues, muito limpos e com carne de uma qualidade que nunca havia visto.
Varios quiosques de frutas e queijos.
E como não poderia deixar de ser, muitos quiosques de pão com linguiça.
Muita gente bebendo cerveja nos restaurantes e bares.



Conhecemos o Hofbrauhaus.
Uma cervejaria famosissima, que foi fundada por volta de 1580, que teve varios fatos historicos.
Uma fachada muito bonita, e por dentro, muitos quadros expostos em um amplo salão.
No meio, os musicos com vestimentas nativas, que tocavam alegremente aquelas canções folcloricas.
Uma vez em Munique, dentro da cervejaria mais tradicional, não havia como deixar de saborear uma cerveja.
Bebemos a Hofbrau Original e Munchner Weisse, acompanhada de Pretzels com Weisswurt(Prato tradicional de salsicha branca de vitela com uma deliciosa mostarda doce)
A cada hora era feito um brinde em todas as mesas, com os musicos tocando uma musica nativa.
No final da musica. todos levantavam as taças, brindavam e diziam - Proust!!!!
Participamos intensamente desse ritual, com a Silvana traduzindo o que estava acontecendo.





Fomos no mercado Perfetto, aonde compramos queijos e vinhos franceses.
Uma cena bem engraçada: meu marido parecia criança que ganhava a sua primeira bicicleta, quando descobriu o preço dos vinhos na adega. Não parava de rir com os Bordeaux a 1,50 euros(Ele definitivamente tinha encontrado o Paraiso).
Não fiquei atras quando me deparei com o camembert de 500 grs a 1,20 euros.
Compramos pates e pães na Kardast.
Retornamos para o hotel, aonde apreciamos um excelent Bordeaux com camembert.
Romantismo puro para aquele fim de noite, daquela segunda feira.


Nenhum comentário:

Postar um comentário