quinta-feira, 4 de agosto de 2011

Guerra e Paz - Leon Tolstoi_ O Filme

Finalmente consegui assistir o filme... e acreditem: ele é fantástico! Vale à pena cada minuto no sofá...
A história se passa no período de 1805, em que Napolão realiza seus ataques aos impérios europeus. A Rússia se vê forçada a assinar um tratado de paz com os franceses em 1807, devido a derrota que sofreu junto com a coligação que tinha com a Áustria.

No enredo há, basicamente, o envolvimento de cinco famílias aristocratas russas, os Bezukhovs, os Bolkonskys e os Rostovs e o vínculo de suas vidas pessoais.

Tolstói descreve com bastante cuidado e precisão os milhares de nobres da Rússia czarista, abordando diversos temas então em moda; a questão dos servos, as sociedades secretas e a guerra. Os personagens de "Guerra e Paz" são tão abundantes e ricamente detalhados que é difícil encontrar na obra um "herói", apesar de ser Pierre Bézoukhov o personagem mais recorrente.

Na batalha, o príncipe Andreja Bulkonsky é ferido heróicamente. Finda a guerra, retorna para Moscou e fica viúvo. Depois de dois anos de retiro, ele se interessa por Natasha Rostov, filha de um nobre arruinado e grande paixão de seu amigo Pierre Bezukhov. Pierre, um intelectual e filho bastardo de um aristocrata que só reconhece os direitos dele quando morre, não gosta de armas. Pierre também não pode fazer à corte a Natasha, pois se casou com a prima, a desejável e infiel Helene Kuragina. Quando se inicia uma nova guerra, a Rússia é invadidapor Napoleão. Moscou é incendiada pelos próprios moradores para fustigarem e, por fim, repelirem os exércitos invasores. Mas é uma tragédia que mudará as vidas de todas as pessoas do país.

Entre tanta tragédia e traição o filme passa a importância do perdão para si e os outros. Passa de uma forma a lei de causa e efeito e procura mostrar como devemos agir como criaturas de bem, mantendo o coração e o pensamento puros.

Bom filme!

Nenhum comentário:

Postar um comentário