sexta-feira, 17 de setembro de 2010

Contabilidade do Amor


Conta-se que um homem rico prometeu aos seus empregados que seria mais generoso com eles, se os mesmos trabalhassem muito e cumprissem os planos da empresa.

Os empregados, depois disso, puseram-se a trabalhar mais e atingiram a meta estipulada. Então, o patrão lhes disse: "Como foram eficientes, vou dividir os resultados com vocês". E assim todos ficaram muito felizes.

Também Deus quer dividir conosco a felicidade, pois esse é o Seu plano. Devemos usar a camisa, ser otimistas e amorosos para realizar a meta divina.

Por isso...

Divida, aumentando.

A contabilidade do amor não funciona como a contabilidade comum, onde dois e dois são quatro.

Quando você divide com alguém o pão, as boas palavras, os sorrisos e as atenções, está multiplicando alegrias para si mesmo. E isso é  conquista eterna sua.

Ainda que lhe custe e que, em algumas horas, até difícil seja, lance uma vibração amorosa a quem participa do seu momento.

O amor é tudo.

Espalhar o amor é ajuntar alegrias.

Do livro TOQUES DE LUZ de LOURIVAL LOPES

Nenhum comentário:

Postar um comentário