sexta-feira, 17 de setembro de 2010

Aprendendo a Viver



Sempre procurei ter e levar uma vida saudável, mas o que seria e como fazer? Discussões, preocupações, má-alimentação, e quase nada de qualidade de vida, para uma pessoa que cresceu tendo isso como meta e sabendo o caminho para alcançar o mínimo é frustante chegar na minha idade e pensar o porque de não ter colocado muitas dicas e orientações em prática.

O estresse do dia-a-dia, trabalho, casa, administrar conflitos, não aceitar injustiças...ignorar situações, mudar táticas, como agir???? É certo que não mudamos ninguém, as pessoas mudam por si mesmas. E chegou a minha vez: Mudar por mim, pela minha saúde e pelo meu bem-estar. Não quero e não aceito mais adoecer por problemas que terceiros me trazem, sim, porque se acontece algo é porque nós permitimos. Então decidi não permitir mais.

Mas e o psicológico, como trabalhar? Estou nessa questão! Mas comecei por partes:
Tive a experiência de morar sozinha, e digo, não foi nada fácil para mim. Passei por muitas situações e algumas talvez ainda esteja superando. Mas aprendi como administrar muitos assuntos em minha vida. Descobri que de onde menos esperamos a ajuda aparece, e de forma verdadeira e amiga. Aprendi a valorizar ainda mais minha família e apesar de ainda não manter o contato como gostaria, sempre que falo com meus pais e irmã, lembro sempre de dizer o quanto eu os amo. E de coração... eles são muito importantes em minha vida!
1º Família é importante sim!!!!! Estar bem com meus familiares me faz bem! Então procuro cultivar a sensação de bem - estar que eles me trazem;

Atividade física: Quando criança sempre pratiquei dança e era muito ativa. Não lembro o motivo de ter abandonado tudo. Talvez a preguiça que foi chegando com a idade, óbvio que isso é simples desculpa! Mas é fato que quando deixo de fazer alguma atividade física, seja uma caminhada, pilates, uns pesos na academia, fico sem vida, desmotivada, sem auto-estima. Resumindo, não me faz bem ficar sem atividade física. E os médicos comprovam que a atividade física regular melhora todo o organismo e ajuda em questões psicológicas. Então vamos nos mexer!
2º Pratique atividades físicas regulares com orientação de profissionais;

Alimentação: É fundamental para uma boa saúde. Ai você se pergunta, não dá para ter uma alimentação saudável com os preços do mercado, comer na rua sai caro... e blá-blá-blá... nada mais barato e saudável que legumes, frutas e verduras. Acredite, salada alimenta e deixa o estômago com sensação de "cheio" sim. Claro que não estou falando para você viver somente com esse tipo de alimentos, o organismo precisa de carboidratos, proteínas, entre outros.
3º Alimente - se com mais frutas, legumes e verduras. Procure alimentos mais saúdaveis e menos industrializados. Consulte nutricionistas e endócrinologistas para uma dieta balanceada;

Importante: Beber muita água e sucos naturais.

Pensamentos: Manter pensamentos positivos, tranquilos e com boas energias, é um processo importante para o bem estar. Acredito que a mente comanda o corpo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário